Dicas para quem viaja sozinho

Muita gente costuma me perguntar se não tenho medo de viajar tanto sozinha para fora do Brasil. A resposta sempre é um enorme NÃO! Aliás, acho que minha vontade de conhecer outros lugares sempre foi tão grande que nunca tinha parado para pensar em ter medo disso antes de questionarem sobre o assunto. Aos 18 anos, já tinha ido para vários países em aventura solo. Hoje em dia, sou uma das maiores defensoras da ideia de ir para um lugar pela primeira vez totalmente desacompanhado! Quando você tem que se virar sem ajuda de ninguém, acaba criando uma certa independência e aprendendo muito mais sobre o lugar do que se estivesse na companhia de alguém. Com o espírito aberto para aventuras, sempre surge a possibilidade de descobrir lugares inusitados que não estavam nos guias e pessoas diferentes que podem te dar vários insights sobre a cultura local e até mesmo apresentar novidades de vocabulário do idioma que é falado no país. Claro que sempre é importante tomar cuidado e tomar certas precauções quando você não conhece ninguém por perto! Mesmo que gostar ou não de viajar sozinho seja algo bem pessoal, acho que é uma experiência pela qual todos deveriam passar pelo menos uma vez na vida!

Solo travel- Paris
Image: Mari and the City.

 

Aqui vão cinco dicas importantes para quem tem interesse em se desbravar em uma aventura solo:

  1. Carregar o mínimo de bagagem possível e comprar o que eventualmente precisar no local em que estiver. Você vai estar levando cada quilo extra das suas malas completamente sozinho, então é sempre bom pensar duas vezes antes de levar itens pesados.
  2. Fazer download dos melhores apps de viagem para facilitar a locomoção e conseguir informações sobre cidades que não conhece. Nesse caso, o mais fundamental é sempre  ter um bom app com mapas. Se possível, algum que também fique disponível offline. Não é nada recomendado chegar em um lugar pela primeira vez sem um mapa para ter noção de onde seguir, especialmente de madrugada!
  3. Sair para conhecer a área ao redor do lugar onde você está hospedado durante o dia. Quando tiver que voltar para lá de noite, você saberá se existe algum beco perigoso ou rua suspeita que devam ser evitados!
  4. Levar um tripé (de preferência dobrável e bem compacto) para fazer suas fotos. Sempre existe a possibilidade de estar em algum lugar superinteressante sem ninguém por perto para pedir para tirar uma foto. E vamos combinar que ninguém quer ter apenas selfies da viagem, né?
  5. Tentar não tornar óbvio que você é um turista. O ideal é se vestir e agir da forma mais natural possível no local em que você está. Existem países que têm mercados de turismo muito bem estabelecidos e não costumam se chocar tanto com as diferenças. Outros, por sua vez, têm menos contato com estrangeiros e ter alguém de fora ali pode gerar uma certa curiosidade. Isso pode acontecer especialmente em cidades pequenas! Se for para algum lugar muito remoto sozinho em que sabe que as pessoas não falarão inglês ou qualquer outra língua que você conheça, é uma ótima ideia baixar algum tradutor offline para casos de emergência.

 

Agora, gostaria de saber de vocês! Têm outras dicas para quem está viajando sozinho?

Tags from the story

1 Comment

  • Avisar pra todo mundo onde vai é o mais importante! Não ia ter coragem de viajar sozinha. Muito inseguro! Acho que é muito diferente viajar sem ninguém para o homem e para a mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *