Os mais interessantes museus de Amsterdam

Há mais de 50 museus em Amsterdam, o que faz a capital da Holanda ser considerada a cidade do mundo com maior densidade de museus por habitante. Basta andar um pouquinho por lá para ver que existem museus para todos os gostos: arte, História, curiosidades, cerveja, diamantes, etc. Não faz nem muito sentido fazer uma viagem até lá sem visitar alguns deles! O problema é que sempre acaba surgindo aquela dúvida sobre quais são os melhores para visitar. Pensando nisso, aqui vai uma listinha resumida com alguns dos mais interessantes museus de Amsterdam. A partir daí, depende do gosto de cada um selecionar quais são essenciais no roteiro!

LEIA TAMBÉM: Passeios de bate e volta saindo de Amsterdam

Os mais interessantes museus de Amsterdam

Rijksmuseum

No topo das principais atrações de Amsterdam, sempre aparece o Rijksmuseum. Ele não é importante apenas para a Holanda, é considerado um dos maiores e mais importantes museus da Europa. Ficou uma década em reforma e, nesse período, estava apenas parcialmente aberto ao público. Reabriu por inteiro somente em 2013. As coleções de arte e História holandesas são o grande forte do Rijks. As principais obras de pintores como Frans Hals, Jan Steen e Johannes Vermeer ficam guardadas nas suas dependências.

museus de Amsterdam
Rijksmuseum. (Fonte: Wikimedia Commons)

A grande estrela do Rijksmuseum é a pintura “A Ronda Noturna”, de Rembrandt. Quando o museu foi reaberto depois da reforma, artistas fizeram uma ação absolutamente sensacional recriando a cena que é mostrada no quadro em um shopping de Amsterdam. Você pode conferir isso no vídeo desse link! Vale a pena, ficou muito legal!

 Museu Van Gogh

O maior acervo de pinturas e desenhos de Van Gogh fica concentrado nesse museu. Além dos seus quadros, há desenhos, cartas e obras de outros artistas que inspiraram Van Gogh. Um pouco da sua biografia também é mostrada ao longo da exposição. Se durante a vida Van Gogh teve apenas fracassos atrás de fracassos, ele se tornou um dos pintores mais populares do mundo depois de sua morte. Aqueles quadros famosos que vêm à cabeça de quase todo mundo quando citamos seu nome, como Os Girassóis e Os Comedores da Batata, estão guardados nesse museu. Ao todo, há cerca de 200 pinturas do artista.

museus de Amsterdam
Van Gogh Museum. (Fonte: Wikimedia Commons)

Casa da Anne Frank

Quase todo mundo conhece a história da menina judia que viveu em Amsterdam se escondendo dos nazistas com a família pelo seu diário escrito nessa época. O livro acabou virando um enorme best-seller. Justamente por isso, a Casa da Anne Frank se tornou um dos mais populares museus de Amsterdam. Ao entrar nela, podemos conhecer com maiores detalhes a vida dessa menina e sua família se escondendo dos nazistas (além de entender um pouco mais o sofrimento do povo judeu nessa época). Temos acesso ao cômodo secreto da casa em que a menina viveu com os pais e a irmã até que fossem descobertos e enviados para os campos de concentração. Além de ser emocionante, é um passeio mais do que indicado para quem gosta de História!

museus de Amsterdam
Anne Frank Museum. (Fonte: Wikimedia Commons)

Stedelijk

Outro museu que passou um tempo fechado para renovações é o Stedelijk. Ele é dedicado a arte moderna, arte contemporânea e design. Guarda trabalhos de grandes nomes como Mondrian, Kandinsky e Malevich. Arte interativa e design são mesmo o seu grande forte. Fica na praça dos museus pertinho do Rijksmuseum e do Museu Van Gogh.

museus de Amsterdam
Stedelijk Museum. (Fonte: Wikimedia Commons)

Heineken Experience

A Heineken é uma das empresas cervejeiras mais famosas do mundo e, aproveitando o sucesso, a marca holandesa resolveu criar o seu próprio museu interativo. Aos poucos, ele acabou se transformando em uma das maiores atrações da cidade. Conta um pouco da história da empresa, o processo de fabricação da cerveja e convida os visitantes a degustarem a bebida durante o passeio.

museus de Amsterdam
Heineken Experience. (Fonte: Maria Eklind @ Flickr)

Dutch Resistance Museum

Outro museu interessante para quem gosta de História é o Dutch Resistance Museum. A Segunda Guerra Mundial afetou muito a vida de quem morava em Amsterdam e, em 1940, a cidade foi tomada pelo nazistas. Os judeus passaram a ser perseguidos e mortos pelos nazistas, mas houve quem passasse a lutar contra os absurdos cometidos pelos nazistas. O Museu da Resistência conta um pouco da história dessa luta.

museus de Amsterdam
Dutch Resistance Museum. (Fonte: FaceMePLS @ Flickr)

Hermitage Amsterdam

O Hermitage Amsterdam é uma filial do de São Petersburgo. Mesmo não sendo a matriz, ele é um dos mais importantes museus de Amsterdam e está entre os mais visitados dos Países Baixos. Foi inaugurado em 2009. Há duas exposições permanentes. Uma delas conta a história do prédio onde funciona o Hermitage Amsterdam, que foi um lar para idosos por mais de 300 anos. A outra narra a relação entre russos e holandeses. Fora isso, traz muita exposições temporárias interessantes.

museus de Amsterdam
Hermitage Amsterdam. (Fonte: Wikimedia Commons)

Casa Rembrandt

Para quem deseja ver as obras de Rembrandt, o primeiro lugar a ser visitado é mesmo o Rijksmuseum. Se quiser conhecer um pouco mais sobre a sua vida, pode ser interessante ir à Casa Rembrandt. Ela é o local onde o pintor viveu e trabalhou. Por mais que não esteja entre os mais imperdíveis museus de Amsterdam, é interessante para quem gosta de arte.

museus de Amsterdam
Rembrandt House. (Fonte: Wikimedia Commons)
Tags from the story
,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *