Por que Roma é a cidade eterna

Coliseu- cidade eterna
Fonte: Mari and the City.

Um dos jeitos mais comuns de se referir a Roma é como “a cidade eterna”. Ela é chamada dessa forma porque, na época da Roma Antiga, seus habitantes acreditavam que ela continuaria existindo independente do que acontecesse com o mundo ou de quantos impérios surgissem e entrassem em colapso. Por mais que o Império Romano tenha entrado em decadência, eles estavam certos em parte! Roma continua sendo uma cidade incrível até os dias de hoje e permanece como um dos destinos que mais atrai visitantes dentro da Europa por conta das suas riquezas arquitetônicas que datam de outras épocas. Tendo tantas atrações históricas, muitos lugares em Roma parecem nos levar de volta aos tempos do Império Romano. Existem algumas experiências, em especial, nos fazem entender por que ela é e sempre será a cidade eterna.

Roma, a cidade eterna

Perder-se no Trastevere

O Trastevere é um bairro de Roma que situa-se mais ao sul na margem oeste do rio Tibre. Tem igrejas antiquíssimas, lojinhas interessantes e pequenos restaurantes de culinária italiana (bem autênticos, claro!) que acabam sendo verdadeiros achados. Ele é um lugar particularmente interessante de ser explorado a pé sem hora para ir embora. O ponto de encontro mais famoso do bairro é a Piazza di Santa Maria in Trastevere. Ela tem uma grande fonte no centro e a histórica Basílica de Santa Maria também fica nessa praça.

 

Subir a escadaria da Piazza di Spagna

Por mais que seja quase sempre muito lotada, a Piazza di Spagna continua sendo um lugar único e que sempre vale a pena voltar! Seus famosos degraus formam um dos cartões-postais mais conhecidos de Roma. Subindo ao topo, você encontra a igreja Trinità dei Monti com o seu duplo campanário. Além de tudo, você tem vistas incríveis lá de cima.

Piazza di Spagna- cidade eterna
Fonte: Mari and the City.

Jogar uma moedinha na Fontana di Trevi

A Fontana di Trevi é outro lugar um pouco claustrofóbico de Roma, especialmente se for verão e estiver no fim do dia perto do momento em que a fonte fica iluminada. Chegando mais perto do monumento, você vai ver que toda essa claustrofobia vale a pena! Ali, você vai ver o quão linda ela é. Por mais que falem que seja muito coisa de turista, não esqueçam de virar para trás e jogar uma moedinha na água para voltarem à cidade eterna.

 

Caminhar em torno do Panthéon

O Panthéon é um edifício maravilhoso e muito bem preservado da Roma Antiga. Ele foi construído para ser um templo de adoração dos deuses da Roma Antiga; mais tarde com a transição para o cristianismo, a estrutura passou a abrigar uma igreja católica romana. Depois de entrar no local e ver como sua arquitetura é maravilhosa por dentro, nada melhor do que andar pela movimentada Piazza della Rotonda observando a arquitetura da área em torno desse monumento.

Panthéon- cidade eterna
Fonte: Mari and the City.

Explorar as ruínas do Coliseu

Simplesmente a construção mais famosa da cidade, o Coliseu até dispensa maiores explicações! Já é maravilhoso ver a fachada do monumento por fora, mas entrar para explorar as ruínas desses autêntico símbolo do Império Romano é muito mais legal. Aliás, eu diria que é uma experiência obrigatória caso seja a sua primeira vez na cidade eterna!

Veja mais dicas e informações sobre Roma aqui!

Tags from the story
,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *