Roma: planejando sua viagem

Existem sempre tantas ideias e expectativas antes de uma viagem a Roma. Há aqueles que pensam em História e arquitetura; outros, em arte e cultura. Sempre vai haver gente que também quer aproveitar o clima romântico da cidade e o seu lado gastronômico. O mais legal é que Roma consegue conciliar tudo isso! Antes da minha primeira viagem à Cidade Eterna, tinha um interesse mais histórico. Sempre achei incrível pensar que ela foi epicentro de um império que dominou o mundo por praticamente 500 anos. Tanto na minha primeira ida à capital italiana quanto em viagens posteriores, bater perna pela cidade e ver monumentos incríveis como o Coliseu e o Fórum Romano sempre pareceram um verdadeiro retorno às minhas aulas de História e aos tempos do Império. Igualmente maravilhoso é vagar sem rumo descobrindo uma piazza diferente a cada cinco minutos e achados que não estão em todos os guias turísticos. Enfim, acho que a cidade concentra tantas atrações imperdíveis que você sempre vai arrumar um motivo para voltar!

Piazza della Repubblica- Roma
Imagem: Mari and the City.

Quando ir a Roma?

Antes marcar uma viagem a Roma, acho que é sempre importante pensar em evitar o auge do verão nos meses de julho e agosto. O calor é insuportável nessa época do ano e fica ruim andar pela cidade quando está tão quente assim, além de quase todo lugar estar cheio demais. Como os dias ficam curtos no inverno, a primavera e o outono são estações mais indicadas para marcar a viagem.

Onde ficar em Roma?

A não ser que seja pela comodidade de se passar apenas uma noite perto da estação de trem, eu nunca ficaria hospedada na região do Termini. Não é um lugar bom para andar à noite. Outra coisa que acho totalmente desaconselhável é tentar se hospedar muito perto do Vaticano porque a maior parte das atrações da cidade não fica concentrada ali. O que eu sugeriria quanto à localização é procurar hotéis que fiquem próximos de alguma Piazza famosa (como a Navona, a Spagna ou o Campo de Fiori). Três hotéis que merecem ser destacados na cidade são o Hotel de Russie, o St. Regis e o Hassler.

O que fazer em Roma?

Como eu já disse, há muita coisa para se fazer em Roma. Se você não se organizar bem, tudo vai parecer um pouco corrido e vai acabar deixando de ver alguma coisa que queria. Apenas citando algumas atrações básicas da cidade, acho interessante começar o itinerário pela área do Vaticano (onde você vai ver a Praça e a Basílica de São Pedro). Ainda é necessário dedicar um tempo maior para conhecer o Museu do Vaticano e a Capela Sistina. Seguindo ali por perto, não deixe de ir ao Castelo Sant’Angelo e ver as paisagens lindas perto do Rio Tibre. Outra área interessante para ser conhecida é o bairro de Trastevere para entrar em suas igrejas famosas (Santa Cecilia in Trastevere e Santa Maria in Trastevere). O Fórum Romano, o Coliseu, o Monte Palatino e o Arco de Constantino são as heranças da Roma Antiga que estão concentradas na mesma área e são visitadas juntas. Não preciso nem mencionar que a Fontana di Trevi e o Panthéon também são importantíssimos, né? Por fim, não esquecer de conhecer as praças famosas da Cidade Eterna: Piazza Navona, Piazza Venezia, Piazza del Popolo, Piazza della Republica, Piazza di Spagna, etc. Quando for conhecer os famosos degraus espanhóis desta última praça que citei, você pode andar até a Villa Borghese (um parque maravilhoso com museus) logo em seguida. Ah, e não esquecer de parar para gelato de cinco em cinco minutos enquanto estiver indo de um lugar ao outro!

Quais fotos não esquecer de tirar em Roma?

O interessante de sair fotografando tudo em Roma é que sempre existe uma atração em que você pode fazer fotos incríveis de outra. Dos Jardins do Pincio (que fica acima da Piazza del Popolo) ou do Castelo Sant’Angelo, você consegue fazer fotos ótimas do Vaticano incluindo a Praça São Pedro e a cúpula da Basílica. Para tomar uma certa distância do Coliseu e tirar fotos em que ele apareça mais inteiro, sugiro que vá até o Parco Del Colle Oppio ali perto. É indispensável também registrar imagens da Fontana di Trevi, do Panthéon, da Piazza di Spagna e da Villa Borghese durante a sua viagem. Quando estiver dentro do Museu do Vaticano, não esqueça de fazer alguns cliques da sua incrível escadaria em espiral no fim da visita.

Veja aqui mais dicas e informações sobre Roma.

Tags from the story
,

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *