San Marino

Terceiro menor Estado da Europa (depois do Vaticano e de Mônaco) e com um centro histórico todo feito de pedras que entrou para a lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em 2008, San Marino é um tour de um dia fácil a partir de Rimini para quem está em viagem pela Itália. Da estação de trem de Rimini, pegamos um ônibus ou um táxi para chegarmos ao destino final. Eu diria que é o tipo de viagem ideal para quem gosta de explorar pequenas cidadezinhas medievais pouco conhecidas da Europa! Quando chegamos e olhamos para o seu Centro Antigo, é fácil perceber que o que falta em tamanho sobra em História nessa pequena unidade política. Diz a lenda que San Marino foi fundada por Marino (um pedreiro que, na época, não era Santo ainda) que subiu o Monte Titano com um grupo de cristãos que estavam sendo perseguidos por conta da sua fé pelo Imperador Diocleciano. Depois do processo de Unificação Italiana, San Marino permaneceu como uma cidade-Estado independente. Hoje, o pequeno país é formado por pequenas municipalidades em torno da montanha. Do alto do Monte Titano, você consegue ter vistas simplesmente espetaculares da região. Sei que é difícil de acreditar nisso pela sua posição geográfica dentro da Itália, mas também conseguimos ver a costa do mar Adriático lá do alto! Como está na Emilia Romagna, muita da cultura dessa região italiana é refletida lá. Mesmo assim, o local também tem uma série de festas e tradições próprias. Assim que chegamos ao Centro Antigo, tudo o que precisamos fazer é andar pelas suas ruazinhas estreitas de pedras que são fechadas para carros. Subindo um pouco mais, chegamos a alguns de seus castelos. Todos eles têm características bem medievais e, por conta disso, parece uma pequena aventura chegar até o topo de suas torres. A vista lá de cima recompensa os inúmeros degraus que subimos! Para aproveitar a culinária local, o mais indicado é fazer uma parada no restaurante La Taverna que fica próximo do prédio do Parlamento e de todos os outros locais de interesse no centro da cidade. Se tiver a oportunidade de ficar lá até um pouco mais tarde, vale à pena para apreciar um pôr-do-sol mais do que espetacular!

Tags from the story
,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *